Crowdfunding ativista: 5 projetos de transformação urbana para apoiar todo mês

Carmen Guerreiro

Encarar a realidade das ruas e transformar a cidade não é tarefa fácil. Por isso aqui no Formiga-me a gente fala tanto sobre quem enfrenta esses obstáculos para melhorar a vida urbana. Mas a gente entende que nem sempre é possível colocar a mão na massa. Aí é que entra mais uma solução: que tal apoiar mensalmente projetos de transformação urbana? A gente listou cinco iniciativas de crowdfunding bem bacanas para quem quer contribuir à distância. Os links estão nos nomes dos projetos!

Rede do Ruas

A iniciativa conecta voluntários a moradores em situação de rua de seus bairros. Assim, promove atividades relacionadas à saúde, arte, cultura e tecnologia. Também há uma extensão das ações para promover reconexões familiares, ajudar com documentação civil ou até dependência química. As assinaturas variam de R$ 10 a R$ 100 por mês.

Projeto Compostar

A gente sabe que nem todo mundo tem espaço, conhecimento e paciência para fazer compostagem de resíduos orgânicos em casa. Por isso o projeto dá um empurrãozinho coletando esse tipo de lixo nas residências. Depois, fazem a compostagem e entregam todo mês uma muda de hortaliça junto com o adubo produzido pelo processo. Quer moleza maior? Para isso eles precisam de recursos, e você pode participar com uma contribuição de R$ 65 por mês nesse crowdfunding.

A Jornada de Renata Quintanella

A história da Renata Quintanella lembra um pouco o filme Central do Brasil, em que a personagem de Fernanda Montenegro escreve cartas na estação de trem para analfabetos. O trabalho não é o mesmo: Renata vem, há cinco anos, perguntando para pessoas nas ruas “O que eu posso fazer por você agora?”. Por isso, criou um instituto com voluntários para viabilizar esses pedidos. O que há de comum entre as duas mulheres é esse espaço de escuta e acolhimento, tão importante e em falta hoje. Você pode ajudar Renata a manter sua estrutura com apoios de R$ 20 a R$ 100 mensais.

Pimp my Carroça pelo Brasil

Sabia que cerca de 90% do que é reciclado hoje no Brasil é coletado por catadores? Pois é, o Pimp My Carroça trabalha para valorizar essa categoria, melhorando os equipamentos de trabalho dos catadores – a cada mês, um receberá o auxílio. Então quanto mais gente colaborar mensalmente, mais a iniciativa vai crescer: os próximos passos são fazer melhorias no app Cataki (um tipo de “tinder da reciclagem”, que te conecta a um catador para recolher seus recicláveis) e oferecer o “kit catador” a mais trabalhadores. As contribuições variam de R$ 25 a mais de R$ 1.000.

Eu apoio a arquitetura na periferia

O objetivo desse projeto é reduzir a desigualdade entre mulheres e homens que vivem na periferia. Como? Oferecendo capacitação técnica às mulheres para fazer a manutenção, reformar e construir a sua própria casa. A iniciativa viabiliza também um microfinanciamento para que essas moradoras não façam dívidas nem tenham desperdícios na obra. Os apoios para o projeto variam de R$ 12 a R$ 1000.

Deixe um Comentário

Voluntárias plantando mudas na Horta das Corujas